Cortina de Fumaça

Poder do estado

Para este post serão expostos temas que vivemos todos os dias e que passam despercebidos normalmente e que podem ser alguns dos pilares para uma melhor consciência da população e possível melhora na sociedade que vivemos. Alguns dos diversos assuntos importantes que não são conhecidos, espalhados, discutidos ou abordados pela maioria da sociedade são, por exemplo, a falta de base de informação para se tratar um assunto, o falso conhecimento gerado pela mídia, o poder do estado e a criminalização pela lei e suas consequências. Também será exposta a descriminalização das drogas, assunto que será abordado em um filme a ser indicado ao final do post que contém os pontos acima comentados.

No caso do primeiro exemplo, a falta de base de informação, é generalizado, temos o péssimo costume de falar sobre o que não sabemos. Normalmente nos baseamos nos nossos “achismos” e no que alguém nos falou, sendo que não sabemos a procedência  destas informações. Logo, acabamos falando besteira, continuamos sem o conhecimento, repassamos estas falsas informações e ainda tomamos decisões e assumimos posturas erradas pelo não conhecimento do assunto ou problema.

A respeito do falso conhecimento gerado pela mídia, há diversos pontos a serem abordados em um outro post sobre este ponto. No entanto, um breve resumo é que a mídia passa o que interessa para quem tem o poder de decidir o que será repassado. Podendo a influência ser por poder, dinheiro ou audiência, por exemplo.

O problema do estado é que ele deveria ser pelo povo e para o povo, ou seja, constituído pela população como um todo e a favor dos desejos e necessidades do povo. Porém não é o que notamos na maioria dos casos. Sendo, um dos principais problemas e que geralmente não é detectado por nós, o modo no qual isso não acontece, a imposição. Para impor seus mandamentos e decisões o estado pode usar do poder da polícia e do exército, que de fato é o que acontece.

A criminalização pela lei e suas consequências diz respeito a como se torna algo criminoso pelo fato de estar na lei. Para entender isso, precisamos saber também que a lei é algo inventado pelos seres humanos, logo, feita por nós. Então podemos concluir que na verdade não existe tal coisa e que na verdade nada é um crime, mas que a lei é algo necessário para que se viva em uma sociedade. Sendo que este blog considera como ideal de lei que tudo possa ser feito, ou seja, todos sejam livres, desde que não se afete de uma maneira ruim um terceiro, ou seja, que não influencie de maneira a ser considerada ruim pelo terceiro a sua vida. Sendo assim, tudo que consta nela como um crime, vira um crime. No entanto não necessariamente tudo que esta na lei de fato afeta negativamente a vida das pessoas ou talvez a consequência da criminalização de algumas ações na verdade possa ter impactos piores do que a não proibição destas ou mesmo a soma destes dois fatores. A criminalização pela lei e suas consequências na questão das drogas é o principal tema abordado pelo documentário Cortina de Fumaça, que terá o link para o filme completo assim como o trailer exibidos a seguir:

http://www.youtube.com/watch?v=RAnFiyqcMb0&feature=related

Anúncios

Uma resposta para “Cortina de Fumaça

  1. É bem interessante, principalmente por mostrar que as leis são, também, construidas poela sociedade, naõ são nenhuma verdade atemporal.

    Isso, ainda levando em conta, que cada lei tem sua representação social histórica. É por isso, por exemplo, que foi necessário criar leis especiais para violência doméstica. As leis contra violência não eram relacionadas com violência doméstica, contra a mulher, mais específico. A violência era só homem x homem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s